Revision #3

You are currently reviewing an older revision of this page.
Go to current version


Originalmente conhecido como Opalis, este produto é uma aquisição da Microsoft que traz benefícios muito grandes no que tange a automação e criação automática de recursos e tarefas.





Instalação

A instalação do Orchestrator é simples, muito similar a instalação do SCOM e outros produtos da família System Center 2012.

Os pré-requisitos é o SQL Server 2008 R2 ou SQL Server 2012 no collation (código de página utilizado) seja SQL_Latin1_General_CP1_CI_AS como acontece com todos os outros produtos System Center  2012.

Após iniciar o wizard de instalação serão solicitadas informações referentes ao SQL Server que será utilizado, a porta de direcionamento para o web site que é criado no IIS e a conta de serviço, como mostrado abaixo.

A conta de serviço é importante para ser utilizado no acesso ao banco de dados, porem não é utilizada para acessar servidores ou agentes, ou seja, pode ser uma conta local que é a recomendação:


Especifique os dados do servidor de Banco de Dados e o database que será criado no servidor:



Defina as portas que serão utilizadas. Note que diferente de outros produtos o Orchestrator não pergunta em qual web site será instalado os web services, pois ele mesmo irá criar um web site especifico utilizando as portas informadas como host header no IIS:


Introdução

Como comentado no inicio do artigo, o Orchestrator é um produto de automação de tarefas, sejam estas em servidores ou serviços.

O Orchestrator pode ser estendido, como é feito com o SCOM, utilizando os IP (Integration Packs) que são arquivos com a extensão OIP (Orchestrator Integration Pack) permitindo gerenciar qualquer tipo de produto ou serviço existente hoje no mercado. Por exemplo, a Dell possui IPs para gerenciamento do VIS (sistema integrado de gerenciamento de servidores).

Os pacotes do Orchestrator para execução de tarefas são chamados de Runbook e os programas que gerenciam levam o nome runbook, sendo os principais:

  • Runbook Designer – É o editor para criação dos runbooks
  • Runbook Deployment Manager – Registra os runbooks e os pacotes de integração (IPs)
  • Orchestration Console – Gerenciador web para execução e acompanhamento dos runbooks

 

Importação de Integration Packs

Os IPs são baixados do site da Microsoft PinPoint ou do fabricante do software que será integrado, como é o caso do Dell AIM e VIS.

Para registrar um IP você deverá ter o arquivo OIP que será importado e, como exemplo, iremos utilizar o pacote de integração com o Active Directory disponível em Para instalar estas ferramentas é necessário baixar o pacote em http://www.microsoft.com/download/en/details.aspx?id=28020, fazer a importação do pacote de integração (arquivo com extensão OIP) e distribuir para os servidores desejados.

Segue a ordem em que as atividades são realizadas, iniciando com o registro do Integration Pack:


O passo seguinte é distribuir o Integration Pack para os servidores onde as tarefas serão executadas, lembrando que não tem a ver com os DCs e sim com os servidores que executam os Runbooks:


Ao terminar estará registrado no servidor, como mostrado abaixo, irá aparecer automaticamente as atividades no Orchestrator Design demonstrado no próximo tópico.



Interface

A interface do Runbook Designer é similar ao do Visual Studio e do SQL Server Integration Services, com uma barra de atividades do lado direito (Activities) e o quadro de construção do lado esquerdo:


Note as atividades de integração com Active Directory com a possibilidade de criar, editar e apagar qualquer tipo de objeto.

A criação de runbooks é automática ao se arrastar os objetos para a interface de design e utilizar as propriedades, como o exemplo abaixo mostrando o componente Monitor File, que tem a função de executar automaticamente quando ocorrer uma das tarefas indicadas na guia Triggers nos arquivos da pasta indicada abaixo:


Com este exemplo muito simples, estamos monitorando acessos na pasta que ocorrerem após a data indicada, fazendo com que iniciei o fluxo de tarefas seguintes.

Para novas tarefas serem vinculadas, ou disparadas, basta que tenham sido colocadas na área de design e vinculadas por utilizar a seta que aparece ao lado do objeto e arrastando até a próxima tarefa (atividade) após a primeira, e assim por diante.

No exemplo da demonstração no próximo tópico será possível ver como criar, desenhar e executar os runbooks.

Por fim, ao terminar de desenhar o runbook, este será migrado para o servidor ao clicar em Check In fazendo com que o runbook esteja pronto para ser executado no servidor, como veremos no próximo tópico.

 

Executando Runbooks

Os runbooks podem ser executados no próprio designer utilizando o botão Runbook Tester ou utilizando o servidor de runbooks.

O Orchestrator é chamado pelo nome do servidor:porta indicada na instalação e mostra os runbooks instalados, com a lista dos Jobs de execução, instâncias ativas, etc:


Para executar um runbook você pode clicar em Start Runbook e verificar sua execução, bem como iniciar outras instâncias ou parar as que estão em execução no momento:


Na guia eventos é possível ver o comportamento das diferentes execuções e acompanhar os resultados de cada job.

 

Demonstração

Uma demonstração de como esta integração pode ser feita utilizando um método simples para entender o Orchestrator pode ser vista no vídeo abaixo preparado pelo MVP Marcelo Sincic:


 

Conclusão e Referências

Neste artigo abordamos os recursos e instalação do System Center Orchestrator 2012 e sua funcionalidade básica para administradores poderem tirar proveito desta importante ferramenta de automação das rotinas diárias.

É importante que todo administrador aprenda a usar esta ferramenta para colocar em automático tarefas integradas, já que outros produtos da suíte System Center 2012 utilizam o Orchestrator para tarefas de manutenção e até correção de problemas específicos.

 

Referências:

Microsoft TechNet Library – System Center Orchestrator
http://technet.microsoft.com/en-us/library/hh237242.aspx

System Center 2012 – Laboratórios Virtuais
http://technet.microsoft.com/en-us/systemcenter/bb539977

System Center Orchestrator – Portal do Produto em Português
http://www.microsoft.com/pt-br/server-cloud/system-center/orchestrator.aspx

Revert to this revision