Planejamento da Bilbioteca do VMM (pt-BR)

Planejamento da Bilbioteca do VMM (pt-BR)



Este artigo aplica-se à: Virtual Machine Manager 2008, o Virtual Machine Manager 2008 R2, o Virtual Machine Manager 2008 R2 SP1

 

A biblioteca do System Center Virtual Machine Manager (VMM) 2008 é um catálogo de recursos que você pode usar para criar e configurar máquinas virtuais. A biblioteca contém os arquivos armazenados em compartilhamentos, os quais contêm sistema operacional, hardware e configurações de modelo armazenado no banco de dados do VMM. Recursos da biblioteca podem ser adicionadas, criadas, usadas e gerenciadas usando a visualização da biblioteca do VMM e ajuda a promover a reutilização de imagens aprovadas e configurações.

Para ser utilizado no VMM, os recursos baseados em arquivos devem ser adicionados à biblioteca, armazenando os arquivos em um compartilhamento em um servidor de biblioteca.

Modelos de máquinas virtuais, perfis de hardware e perfis de clientes do sistema operacional são utilizados na criação de máquinas virtuais . Estas configurações são gerenciadas em Visualizar Bibliotecas, mas são armazenadas no banco de dados VMM e não representados por arquivos de configuração física.

Máquinas virtuais que não estão em uso e armazenados na biblioteca são mostrados na exibição da Biblioteca. No entanto, o arquivo de configuração (.vmc) e o arquivo de disco rígido (.vhd) para uma máquina virtual não armazenada são exibidos na biblioteca porque esses arquivos não podem ser usados para criar ou configurar novas máquina virtuais.

Nota: O Virtual Machine Manager não suporta arquivos configurados com case-sensitive para o Windows Services for UNIX como o Network File System. Para maiores informações consulte (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=102944).

 

Servidores de Bibioteca

 

Por padrão, um servidor VMM possui uma única biblioteca e uma única quota, que a instalação cria no servidor VMM. O servidor VMM permanece sempre como o servidor da biblioteca padrão.

Durante a instalação do servidor VMM, você pode optar por criar uma nova biblioteca padrão no servidor ou especificar um compartilhamento existente para ser usado como parte da biblioteca padrão.

Importante: Depois que a instalação estiver completa, você não pode remover ou reposicionar o servidor da biblioteca padrão ou a sua quota de biblioteca. Então, dar atenção à sua localização antes de instalar o servidor VMM.

O servidor da biblioteca padrão pode ser o servidor que você precisar. No entanto, você pode adicionar mais servidores de biblioteca com base em suas necessidades de negócios atuais e objetivos, e escalar conforme o crescimento do seu ambiente. Cada servidor da biblioteca pode ter partes múltiplas. Para melhorar o desempenho e reduzir o tráfego de rede durante a criação da máquina virtual, é importante para armazenar os arquivos que você usa para criar máquinas virtuais.

Para tornar um servidor de alta disponibilidade da biblioteca, o VMM 2008 oferece suporte à adição de servidores de arquivos de alta disponibilidade em um cluster de failover criado no Windows Server 2008 Enterprise Edition ou Windows Server 2008 Datacenter Edition. O mesmo se aplica para as edições do R2.

Importante: Depois de atualizar os nós em um cluster de failover que funciona como um servidor de biblioteca altamente disponível a partir do Windows Server 2008 para o Windows Server 2008 R2, você precisará atualizar o agente do VMM em cada nó do servidor de arquivos altamente disponível individualmente. No console de administração do VMM, expanda os computadores gerenciados. Em seguida, selecione cada servidor que está incluído no servidor da biblioteca altamente disponível e clique em Update Agent no painel de ações.

Nota: O VMM não suporta um cluster de failover que contém um servidor como um servidor VMM de biblioteca altamente disponível.

Se você usar uma SAN, é uma boa prática para ter um servidor de biblioteca no SAN. Ao fazer isso, o servidor da biblioteca e os hosts podem acessar o mesmo número de unidades lógicas (LUNs) sobre a SAN, que lhe permite fazer transferencias de arquivos mais rápidas.

Se você se conectar a um servidor de biblioteca a partir de hosts em uma rede LAN, o servidor da biblioteca deve ser o mais próximo para os hosts quanto possível na rede. É uma boa prática para conectar todos os computadores em uma configuração VMM com pelo menos uma conexão Ethernet de 100MB. Usando uma conexão Ethernet gigabit irá melhorar o desempenho. Usando uma conexão gigabit, combinado com um processador mais poderoso do que o processador recomendado no servidor VMM, vai melhorar ainda mais o desempenho.

 

Grupos de bibliotecas

 

Como você pode adicionar mais servidores de biblioteca, você pode criar grupos de bibliotecas para ajuda-lo a organizar a bilbioteca de servidores da forma que melhor atenda às suas necessidades. Você também pode usar grupos de host que usem os recursos do servidor de biblioteca. É uma boa prática para alinhar cada servidor da biblioteca com um grupo de host que usa os recursos do servidor de biblioteca. A caixa de diálogo Propriedades do grupo de bibliotecas faz este alinhamento fácil, apresentando a árvore hospedeira grupos na lista drop-down.

Alinhando servidores de biblioteca com os grupos de host é especialmente benéfico quando o seu servidor de biblioteca está conectado à mesma SAN que os hosts de um grupo de hosts. Usando a descrição do grupo de bibliotecas enomes de hosts do grupo (como, SAN_A), então você pode facilmente identificar quais servidores de biblioteca e hosts estão conectados à mesma SAN e, portanto, pode se beneficiar de transferências de arquivos mais rápidos na SAN. Quando você está selecionando um objeto (modelo, disco rígido virtual, ou máquina virtual) para criar uma nova máquina virtual, você pode filtrar os objetos por um nome específico do grupo de biblioteca. E então, quando você está selecionando uma série para colocar a máquina virtual, você pode filtrar os hosts disponiveis pelo nome alinhado com o grupo de hots.

 

Recursos Distribuidos

 

Para organizações dispersas geograficamente, o VMM suporta o uso de servidores de biblioteca distribuidos e são gerenciados por um servidor VMM centralizado. Por exemplo, se você tem filiais em vários locais, os usuários desses locais podem construir máquinas virtuais usando recursos de um servidor de biblioteca local em vez de copiar muitos arquivos de um servidor de biblioteca através de uma rede WAN. Tendo bibliotecas VMM distribuidas também pode ajudar a garantir a disponibilidade dos arquivos durante as interrupções WAN ou falhas no servidor.

Nota: O VMM 2008 não fornece um método para reproduzir arquivos físicos na biblioteca ou metadados para objetos que são armazenados no banco de dados do VMM. Arquivos físicos devem ser replicados fora do VMM e metadados devem ser transferidos por meio de scripts ou outros meios. VMM não suporta o DFS Namespace (DFSN), anteriormente conhecido como Distributed File System (DFS) ou a replicação DFS (DFSR).

Permissões de compartilhamento da bilbioteca

Para ver ou executar scripts em um compartilhamento de biblioteca, ou para abrir e explorar uma parte da bilioteca, o administrador do VMM deve ter permissão de leitura no compartilhamento de bibliotecas.

Leave a Comment
  • Please add 3 and 6 and type the answer here:
  • Post
Wiki - Revision Comment List(Revision Comment)
Sort by: Published Date | Most Recent | Most Useful
Comments
  • Fernando L. Veltem edited Original. Comment: adicionado TOC, edição do texto

Page 1 of 1 (1 items)
Wikis - Comment List
Sort by: Published Date | Most Recent | Most Useful
Posting comments is temporarily disabled until 10:00am PST on Saturday, December 14th. Thank you for your patience.
Comments
  • Fernando L. Veltem edited Original. Comment: adicionado TOC, edição do texto

  • Maquine, sempre coloque no titulo do artigo (pt-BR), isso facilita na busca, o Luiz postou um video bacana de boas praticas, da uma olhada social.technet.microsoft.com/.../3831.aspx

    Abraços,

  • Valeu Flavio ou assistir ao video  que voce indicou.

Page 1 of 1 (3 items)